Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Sobre a vida e sobre os livros que nos fazem pensar...

Há livros que só fazem sentido serem lidos em determinadas fases e momentos da vida, porque só nessas fases é que conseguimos ter o espírito aberto para entender e perceber a dimensão da vida. A "Profecia Celestina" de James Redfield , é um desses livros, uma bíblia para quem acredita que todos nós somos mais que isto, que todos nós andamos cá para fazer mais do que aquilo que realmente fazemos.

 

Se há coisa que sempre questionei na vida foi "o que andamos cá a fazer?", "será que é só crescer, estudar, casar, ter filhos, trabalhar, pagar a casa, comprar o carro, envelhecer e morrer?". Tipo piloto automático? Não faz sentido, pois não? Esta mania de questionar a vida é a minha veia filosófica a falar mais alto e que sempre me acompanhou desde miúda. E é bom encontrar nos livros respostas. É bom encontrar gente com a capacidade de questionar a vida. É bom encontrar nos outros respostas. 

 

Mais recentemente, para responder a uma fase menos boa da minha vida, aprendi a adoptar a expressão, é porque tinha que ser... ou não. Ás vezes, não vale a pena matar a cabeça, afundarmos-nos em pensamentos maus, tentar encontrar uma justificação, porque mais cedo ou mais tarde ela acaba por aparecer. E percebes que faz todo o sentido o que aconteceu lá atrás, porque tinha mesmo que ser assim!

O lema, é aceitar, é viver o melhor e mais possível, e é acreditar que tudo faz sentido!

 

Sobre o livro não vos vou fazer o resumo, mas deixo a sinopse para que se entusiasmem a ler também!

 

Screenshot_20170915-174535_1.jpg

 

"Inspirado num antigo manuscrito peruano, este livro é um romance de iniciação à nova consciência - transcendente, espiritual - que está a emergir no mundo. Tomando como modelo, ainda que remoto, a procura do Graal, A Profecia Celestina não é apenas a história de uma aventura e de uma descoberta; é, sobretudo, um guia com o poder de reinventar as nossas percepções existenciais e de nos conduzir em direcção ao futuro com renovado optimismo e energia."

 

 

 

"Boeing Boeing" [em noite de teatro]

Querem passar um serão agradável?
E dar umas boas gargalhadas?
Não percam a peça "Boeing Boeing" em cena no Teatro ​Armando Cortez. 
 

Ontem fui à estreia, e foi uma experiência muito boa: todo o aparato jornalístico, a recepção com vinhos da Casa Ermelinda Freitas, o contato entre actores e o público no fim da peça e é claro, a peça, hilariante e divertida, superou as minhas expectativas.

 
Parabéns aos actores e à Yellow Star Company! 
 

P_20170914_211612.jpg

 

Parabéns princesa [4 anos]

[Quatro anos] o tempo voa, ainda ontem era uma bebé! Hoje, tem resposta pronta para tudo, questiona tudo, as suas duas palavras preferidas são o "quero" e o "não"! Brincalhona, observadora, alegre, adora dar espectáculo, criar histórias, cantar, bailar, dançar, jogar e ditar as regras do jogo... tem 2% de paciência, 90% de teimosia, 100% de imaginação! Diz que vai ser médica e que quando for crescida vai gostar de ler! Já não tem medo da água do mar [adora praia e piscina], adora o campo, gosta de estar com os avós, ir à horta apanhar tomates e ir ver se as galinhas já puseram ovo, adora animais e adora brincar com os cães, (mas só os mais pequenos)!

❤ ❤ ❤ ❤ 

Este ano a B. queria muito fazer uma festa de aniversário, há meses que falava nisso... Estava ansiosa! Queria convidar os amigos da escola. Mas, fazer anos em Agosto não é fácil, muitos meninos estão longe, de férias. Felizmente, conseguimos realizar o seu sonho: 

P_20170806_153837_LL.jpg

P_20170806_165137_LL.jpg

 P_20170806_153853_LL.jpg

P_20170806_164216_LL.jpg

 P_20170806_163007_BF.jpg 

P_20170806_191215.jpg

A princesa da casa estava feliz, foi um dia feliz e foi tão bom vê-la assim! Além disso, recebeu imensos presentes, e entre eles, aquele que pediu, uma caixa de maquilhagem igual à da mãe (que compramos na Imaginarium), o seu presente preferido... é tão vaidosa! 

 ❤ ❤ ❤ ❤ 

Parabéns meu amor maior!

Não faças questão de ter tudo, mas​ faz por ter aquilo que te faz feliz!

Com a azáfama do dia-a-dia quantas vezes nos esquecemos de ser felizes, de dar valor ao que temos hoje, de agradecer pela saúde, pela profissão, pela família e pelos amigos? Estamos tão focados em ter, em querer, em conseguir, e acabamos por nos esquecer do que realmente importa, do essencial.

A verdade é que só nos apercebemos da importância destas palavras quando somos confrontados com desafios, seja na vida pessoal ou profissional - uma doença, o desemprego, um conflito familiar, um amor que falhou...  Quando algo nos acontece e quebra a rotina do dia-a-dia, transforma o seguro no incerto, a grande questão surge-nos, mas "porquê"?


É nesse momento que começamos a dar valor aquilo que tem realmente importância. E de facto, se olharmos ao redor, a felicidade está nos detalhes, nos pormenores, nas pequenas coisas da vida, está naquilo que temos hoje, e não naquilo que procuramos. A felicidade é sinónimo de simplicidade, nós é que complicamos!

 

E o desafio da vida é mesmo esse, aceitar o que ela nos oferece e agradecer o que temos hoje!