Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Agarra-te com as duas mãos, com unhas e dentes...

Agarra-te à vida,
agarra-te àqueles que te amam e àqueles que amas,
agarra-te às coisas que te preenchem e às que te são queridas,
agarra-te e não sobrevivas, faz mais que isso - VIVE!

 

Texto | Maria João Costa  - segue-me também no Facebook 

 

 

 

 

A Rapariga no Comboio, de Paula Hawkins

Dizem que "A Rapariga no Comboio" é o livro do ano 2015, pois para mim é também o de 2016! O livro de Paula Hawkins é um thriller de leitura compulsiva, surpreendente e arrebatadora. Ficamos envolvidos na vida e na história de Rachel, a rapariga no comboio, desde o início ao fim da história. 

 

IMG_20160122_224625.jpg

 

a Sinopse:

«Todos os dias, Rachel apanha o comboio... No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.

Até que um dia...
Rachel assiste a algo errado com o casal... É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada.
Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos.»
 
factos a retirar do livro
 

será que conhecemos realmente bem a pessoa que vive ao nosso lado? 

 

a imagem que temos do outro não é uma imagem nítida da realidade, é uma construção ilusória com base nas nossas expectativas, nas suas atitudes e na nossa inocência; 

 

um bom mentiroso mente tão bem, que se engana a si próprio, e dúvida dos outros;

 

todos os passageiros escondem uma vida, em todas as casas habita uma história;

 

somos culpados quando acreditamos mais nos outros do que em nós;

 

 

Sigam-me também no meu Facebook -- »» AQUI «« --  
 
 

As descobertas da princesa da casa #11 [30M]

# Por aqui estamos na fase do «A Bia quer», «A Bia sabe», «A Bia faz», «A Bia consegue» - está uma crescida, apesar de às vezes gostar de se passar por um bebé - «Mamã quero colinho» / «Uãm, Uãm, sou bebé».

 

# A Bia adora imitar os adultos e depois de descobrir que tem força suficiente para abrir o cinto da cadeira da papa, esta semana desapertou o cinto da cadeirinha auto - lá teve a mãe de parar o carro e zangar-se! Quando a Bia quer, aí de quem tente argumentar, habilita-se a uma birra de minutos, acompanhada por um choro estridente, forçado e banhado em lágrimas!

 

# Parece que foi ontem, mas foi há precisamente 15 meses que registei a lista das primeiras palavras da princesa da casa, hoje elas já são muitas, difíceis de contabilizar e aliadas as expressões. Cresceu depressa a minha princesa e está sempre a surpreender-me - Ontem quis dar-me festinhas no cabelo e ao fim de alguns minutos exclamou a sorrir «Mamã é tão linda» / «A mamã João».

 

IMG_20160131_170021.jpg

30M. Parabéns B.!

 

Sigam-me também no meu Facebook -- »» AQUI «« --