Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

23M.

Onde está o meu bebé?

Aquele bebé rechonchudo, de olhos bem abertos, careca, curioso, que palrava muito, e que por diversas vezes foi confundido com um menino, mesmo estando vestido de cor de rosa [Hello?]!

 

Aquele bebé deu lugar a uma menina crescida, de rosto feminino, vaidosa, carinhosa, teimosa, e com instinto maternal. A princesa da casa faz hoje 23 meses, que passaram rápido demais, daqui a um mês entrará num novo estado, já não será considerada um bebé, mas sim uma criança... E eu, pois claro, já sinto saudades do seu tempo de bebé, isto porque sofro de uma doença típica de qualquer mãe, nostalgia crónica! Mas, podemos falar aqui também da velha máxima "os filhos serão para sempre os nossos bebés", repetida inúmeras vezes por qualquer mãe e só compreendida quando se é mãe!

 

Parabéns princesa B. !

4 comentários

Comentar post