Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

8M. [Parabéns princesa B.]

Oito meses de descobertas!

 

A fotografia ajuda-nos a guardar a imagem do momento para sempre, mas é nas palavras que encontramos certos pormenores que com o tempo vamos esquecendo. Curiosamente, ontem estávamos a ver as muitas fotografias da princesa B., para tentar seleccionar algumas para imprimir, quando nos deparamos com as fotografias dela quando era recém-nascida e ambos exclamamos [mamã e papá], com um sorriso estampado nos rostos, - «está tão diferente» - e é por esta razão que eu não me canso de tirar fotografias! A nossa memória falha, mas as imagens ficarão para sempre! Por isso, quero acrescentar a cada fotografia tirada uma palavra, um conto, uma história, um momento do dia. 

E hoje, as palavras são para ti, princesa B.: «E de repente o teu cabelo negro tomou tons de castanho claro, cresceu e franja tornou o teu rosto meigo ainda mais bonito. A primeira roupa há muito está arrumada, pois não paras de crescer, num ápice passaste do 49cm para os 70cm. E os teus dois dentes de baixo [que tanta alegria nos deram], já tem companhia, pois os dois de cima começaram a romper. O teu sorriso começa a compor-se! Mas, para te vestir ou para te mudar a fralda é preciso alguma dose de paciência, pois tornou-se uma tarefa complicada - só queres é rebolar, gatinhar, agarrar o cesto com os cremes, brincar com os sapatos, morder a roupa, mexer em tudo o que está à tua mão... Ninguém te pára, a dormir, ora estás de barriga para baixo, ora de um lado, ora de outro. Acordada, só queres é brincadeira! E a comer queres agarrar no prato e pegar na colher para levar à boca [queres ser tu a fazer tudo] - e qualquer dia a sopa vai parar ao chão!» 

Parabéns princesa B.!

 

Acompanha a "A Princesa da Casa" no Facebook

 

8 comentários

Comentar post