Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

As birras num mundo cor-de-rosa!

Ser mãe de uma menina é simplesmente maravilhoso! É como reviver a nossa infância, mas de modo mais intenso e noutra perspectiva. É certo que nesta fase (3 anos) as birras são uma constante, e há birras que nos tiram do sério. Aquele choro agudo porque foi contrariada, aquela teimosia e insistência "mas eu quero", a irritabilidade e a vontade de bater, magoar, expressar o que de pior sente. São horas difíceis, provas de resistência à paciência de qualquer mãe, sobretudo depois de um dia cansativo de trabalho.

Mas, e quem é que nunca perdeu a calma para logo a seguir sentir um sentimento de culpa do tamanho do mundo? Calma, digo eu para mim, de mãe para a criança que em tempos fui. Calma, é só uma fase que faz parte do crescimento, do desenvolvimento emocional, da vida. E se pararmos um pouco para pensar, muitas vezes o comportamento dos nossos filhos são o reflexo de nós mesmas, a ansiedade, a exaustão, o acumular das rotinas, de uma vida sempre apressada...

Ser boa mãe é manter a calma, respirar fundo, deixá-los por segundos a lutar contra essa irritabilidade e incoerência emocional, para logo a seguir confortá-los e enche-los de beijos. E claro, tentar explicar as consequências do que se passou, ajudá-los a crescer! Ser boa mãe, é saber parar na hora certa, perceber que o que está mal nos nossos filhos está directamente relacionado connosco, é ter tempo para cuidar de nós, pois só assim poderemos cuidar bem deles! 

E ser mãe de uma menina é simplesmente maravilhoso! É como viver num mundo quase sempre cor de rosa, onde impera a curiosidade, a inteligência, o bom-humor, a meiguice, o carinho e a vaidade. Só depende mesmo de nós continuar a tornar esse mundo cor-de-rosa, e evitar sempre o cinzento!

O Euro 2016 aos olhos de uma criança de quase 3 anos!

 Sobre o Europeu (o 1º da princesa da casa)

 

# Fui buscar a B. à escola, já no carro, a princesa conta:

- Mamã o Vicente saiu mais cedo, a avó veio buscá-lo! Foram ver Portugal a ganhar!

- Oh Bia, acho que não vão ganhar! - exclamo -  Estamos empatados... [ainda na fase de grupos]

- Não! Portugal a ganhar! - repete em tom zangado como quem não gosta de ser contrariada. 

Passado uns quilómetros a B. exclama e aponta para a rotunda:

- Olha, está ali aquilo de Portugal!

- O quê? - pergunto admirada - Ah Bia, a bandeira de Portugal!

[Tão pequena e tão patriota, saí mesmo à mãe]

 

# Durante os penaltis contra a Croácia:

- Golo! Golo Golo! - exclamamos, fazemos uma festa e batemos palmas. 

- Quero mais! - pede ela.

- Calma, agora são os outros, vamos torcer para que eles não marquem! 

E a Bia assim fez!

 

# Hino da vitória cá da princesa da casa:

- "Portugal olé olé! Benfica! Portugal olé olé! Benfica!" 

 

Portugal.jpg

 

 

As descobertas da princesa da casa #11 [30M]

# Por aqui estamos na fase do «A Bia quer», «A Bia sabe», «A Bia faz», «A Bia consegue» - está uma crescida, apesar de às vezes gostar de se passar por um bebé - «Mamã quero colinho» / «Uãm, Uãm, sou bebé».

 

# A Bia adora imitar os adultos e depois de descobrir que tem força suficiente para abrir o cinto da cadeira da papa, esta semana desapertou o cinto da cadeirinha auto - lá teve a mãe de parar o carro e zangar-se! Quando a Bia quer, aí de quem tente argumentar, habilita-se a uma birra de minutos, acompanhada por um choro estridente, forçado e banhado em lágrimas!

 

# Parece que foi ontem, mas foi há precisamente 15 meses que registei a lista das primeiras palavras da princesa da casa, hoje elas já são muitas, difíceis de contabilizar e aliadas as expressões. Cresceu depressa a minha princesa e está sempre a surpreender-me - Ontem quis dar-me festinhas no cabelo e ao fim de alguns minutos exclamou a sorrir «Mamã é tão linda» / «A mamã João».

 

IMG_20160131_170021.jpg

30M. Parabéns B.!

 

Sigam-me também no meu Facebook -- »» AQUI «« --