Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Sobre o concerto para bebés no Oceanário

Ontem, dia 13, quando toda a gente em Lisboa estava ainda a dormitar por causa dos festejos na véspera de Santo António, nós acordamos cedo e fomos assistir ao concerto para bebés no Oceanário. Marquei com muita antecedência, até porque este espectáculo está sempre cheio, e confesso que valeu bem a pena esperar!

Apesar de algum stress e daquela expectativa de tentar chegar a horas, isto porque a ida com uma criança a qualquer lado, requer alguma logística e muita paciência, chegamos às 8:50, e fomos muito bem recebidos. Entretanto a B. que adormeceu no carro, acordou assim que entrou no oceanário, abriu os olhos extremamente curiosa!

O concerto foi muito giro, tanto para os mais pequenos como para os mais graúdos, os papás! Um momento de calma, tranquilidade e muita animação, tendo como cenário o aquário central e onde as crianças puderam dançar e tocar pequenos instrumentos participando também elas no espectáculo. 

Depois do concerto, fomos visitar o oceanário, também incluído no bilhete, a princesa da casa, que se comportou muito bem durante todo o concerto, aproveitou a visita para correr pelos corredores, admirar os peixinhos, e ficou fascinada com o gelo no local frio onde vivem os pinguins.  

Sem dúvida, um programa fantástico para fazer em família! Da nossa parte, nunca é demais visitar este grande aquário, ainda mais sendo a primeira visita (e o primeiro concerto), da princesa B., que adorou!

 

concerto para bebés oceanário.JPG

oceanário.JPG

 

Informações sobre o concerto:

Reservar com antecedência!

Chegar antes da hora! 

Pagar 25€, para o bebé e dois acompanhantes!

Não deixar de ir!

Mais informações no site do Oceanário!

 

Nota: Texto de opinião sem qualquer publicidade!

Inspiração para o Carnaval

O Carnaval não me é indiferente, sempre gostei de me mascarar, gosto de fantasias originais, de brincadeiras sem maldade, de serpentinas e confetes,  dos sorrisos das crianças. Mas, não gosto dos exageros, dos balões de água e das partidas propositadas. É certo que já vivi momentos muito felizes nesta época do ano, mas neste momento estou a precisar de inspiração! Que tal um disfarce em família? Haja imaginação! 

family1.jpg

 

 

Férias em família no alentejo

Férias, sabem bem e são sempre merecidas! Entre os inúmeros afazeres e programas planeados, durante as nossas férias passamos uns dias num lugar fantástico e ideal para famílias, sobretudo com crianças e adolescentes. Fomos até ao Zmar, na Zambujeira do Mar, um campo onde tudo é ecológico e o ambiente é agradável e calmo. Ficámos alojados numa cabana de madeira, simples, pequena e confortável. No sossego do Alentejo e perto da costa e das suas praias maravilhosas, o Zmar tem tanto para oferecer que os dias passam a voar em plena alegria e descontracção. 

Em relação ao alojamento a oferta é vasta, adequando-se assim a quase todas as carteiras, desde casas de madeira com capacidade máxima até 6 pessoas, à tenda de luxo, ao espaço para autocaravanas e ao aluguer de cabanas e tendas. O acesso ao parque aquático é gratuito e é constituído por uma piscina de ondas coberta, activadas de hora em hora e que são alegria dos mais novos e não só, por uma piscina exterior de 100 metros de comprimento e por uma piscina para crianças. Não há quem resista! Até a B. que inicialmente não gostava de água começou a gostar! O eco campo tem tantas ofertas que o difícil é sair de lá - tem um restaurante, o pequeno almoço é muito bom e completo, ao jantar tem buffet livre e animação, um bar com eventos à noite e hora infantil, uma loja de conveniência porque há sempre algo que precisamos de comprar, um parque de diversões, ateliers e workshops para os mais pequenos, diversas actividades desportivas, um ginásio, um campo de matraquilhos humanos, cinema e um SPA, para relaxar, descontrair e cuidar do corpo e da mente, pois não podia faltar o lugar preferido e merecido de todas mamãs!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No Zmar fomos felizes! E certamente vocês também serão!  

Maternidade [18 ]: A decisão de ser mãe.

Ser mãe é um desejo de quase todas as mulheres. Mas hoje em dia, esse desejo deixou de ser prioritário e vai sendo adiado ano após ano. Aconteceu comigo e acontece com muitas outras mulheres. Actualmente, as mulheres têm outros objectivos, outras realizações, no campo pessoal, profissional, social e financeiro. A emancipação da mulher e a evolução dos meios anticoncepcionais fazem da nossa sociedade, a sociedade do filho único e tardio. Abriu-se um novo horizonte para a mulher, felizmente. A nossa vida já não se restringe ao casar, ter filhos e cuidar da casa, vai muito mais para além disso! E é claro, multiplica-se o trabalho, mas também se multiplicaram os privilégios e as conquistas!

Ser mãe é um desejo que mais tarde ou mais cedo queremos concretizar - assim que o relógio biológico chama por nós, temos que tomar uma decisão. Aquele projecto adiado passa a ser uma obsessão! Quando entrei na casa dos 25 anos, muitos me perguntaram -"Para quando o bebé? -  e à medida que os anos avançaram a pergunta tornou-se demasiado repetitiva. Sempre soube que não iria ser mãe jovem, mas tinha uma única certeza, talvez por conhecer alguns casos extremamente difíceis, não queria passar muito para lá dos 30! Estudos mostram que as hipóteses de engravidar diminuem com a idade devido a inúmeros problemas ginecológicos. Talvez, com esta decisão, tenha adiado outros tantos sonhos e planos, é certo que poderia viajar mais, aprender mais, encontrar outras metas profissionais, mas ter um filho tornou-se prioritário. E com o seu nascimento reformulei os meus sonhos e os meus planos. Hoje, quando me perguntam qual a sensação de ser mãe, respondo: "É maravilhosa, se soubesse já o teria sido há mais tempo". Mas, no meu consciente sei que tomei a decisão na altura certa - na altura em que estava preparada para o ser!

 

Acompanha a "A Princesa da Casa" no Facebook