Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Tem.po

"(latim tempus, oris)

substantivo masculino

1. Série ininterrupta e eterna de instantes.

2. Medida arbitrária da duração das coisas.

3. Época determinada.

4. Prazo, demora.

5. Estação, quadra própria.

6. Época (relativamente a certas circunstâncias da vida, ao estado das coisas, aos costumes, às opiniões).

7. Estado da atmosfera."  "tempo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa

 
O tempo é tramado, é uma das palavras mais importantes da nossa vida. É uma palavra que nos domina, que nos persegue, que nos condiciona, que nos acompanha no dia a dia, para o bem e para o mal. De facto, somos verdadeiramente influenciados pelo tempo, se o dia está cinzento, sinto-me depressiva, se está sol, o sorriso escapa-me com facilidade e a vontade de sair e aproveitar o momento é enorme. Se o dia custa a passar, o tédio toma conta de mim, se passa demasiado depressa, sinto-me irritada, parece que as horas não foram devidamente ocupadas, e que ficou quase tudo por fazer. E quantas vezes verbalizamos expressões iguais ou semelhantes a estas:
"Aí se eu tivesse mais tempo...", "Este tempo está tão incerto, ora chove, ora faz sol!", "Quanto tempo falta?", "Será que vou chegar a tempo?", "Hoje estou como o tempo..."
Esta semana só queria ter mais tempo para vir aqui... passei de fugida, a olhar para o relógio e acabei por falar do dito que me persegue ou melhor escapa-me das mãos!

5 comentários

Comentar post