Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Ter | 29.07.14

No blog do vizinho: [1] Um Mar de Recordações

Aqui destaco um dos primeiros blogs do sapo que li e que comecei a seguir de imediato, Um Mar de Recordações, até porque tenho em comum com o autor a paixão pela escrita. Miguel Alexandre Pereira é um escritor fantástico, a sua escrita é cativante, de tal forma que nos conduz pela viagem de sentimentos e paisagens narradas. “Encontra o teu talento”, apesar de ficcional, é um post bem elucidativo da sua arte e uma verdadeira reflexão à sua razão de vida. Eu também acredito que todos nós temos um talento, por vezes escondido, por vezes a precisar de ser trabalhado, a precisar de muito esforço e dedicação!

 

Sex | 25.07.14

as Férias

""Se todo o ano fosse de férias alegres, divertirmo-nos tornar-se-ia mais aborrecido do que trabalhar."

William Shakespeare

Aqui está uma visão optimista do trabalho versus férias! No entanto, eu tenho algumas dúvidas se de facto se tornaria mais aborrecido, só mesmo experimentando! E vocês?

Citação da semana [26]

Seg | 21.07.14

Eu quero ir para a ilha!

Deserta ou não, pouco importa, desde que a água seja amena e cristalina! Por sinal, ninguém se sente sozinho tendo nas mãos um bom livro! E por falar nos ditos, levava comigo os mesmos livros que tenho há dias na banca de cabeceira, à espera de um tempo, para serem lidos:

"Nunca te distraias da vida", de Manuel Forjaz, mais que uma biografia, uma lição de vida. O testemunho de um homem lutador.

"A rapariga que roubava livros", de Markus Zusak, eu sei que já podia ter visto o filme, mas não é a mesma coisa, sem primeiro ler o livro.

"Diz-me quem sou", de Júlia Navarro, para viajar pelos momentos mais marcantes da história do século XX, acompanhada pelas vivências de personagens que acredito serem fascinantes.

Difícil seria deixar a ilha, o prazer da leitura, os mergulhos no mar e o descanso merecido!

Dom | 20.07.14

A princesa B. mudou para o seu quarto!

E este é um fim-de-semana marcado sobretudo pelo descanso, devido a uma amigdalite deveras resistente! Ainda bem que o Dr. Fleming descobriu a penicilina, é que sem ela estava literalmente lixada! Mas, foi também um fim-de-semana de mudanças - finalmente, a princesa B. mudou para o seu quarto! Sim, confesso, a B., com 11 meses, ainda dormia no nosso quarto, e tudo porque os pais são uns verdadeiros "papás galinhas"! Mesmo depois de termos sido aconselhados a mudá-la logo aos 3 meses, porque dizem os entendidos na matéria que quanto mais tarde pior, resistimos até à última. E ontem foi a grande noite - a princesa adormeceu por volta das 22h30, mas acordou várias vezes a chorar, nada que já não tivesse sucedido em noites anteriores. Por volta das 23h30 deu-nos tréguas e mesmo estando a mãe em permanente vigília, só ouviu o choro dos bebés vizinhos. A princesa B. passou uma noite tranquila! Acho que foi mais difícil para a mãe do que propriamente para a filha... Para primeira noite não correu mal, mas isto com bebés nunca se sabe, cada noite é diferente! Parabéns princesa B., estás uma crescida - deste um grande passo para a independência!

Quando mudar o bebé de quarto? Esta é sem dúvida uma questão que todos os pais colocam e pelo que li não há idade ideal para mudar, não há nenhuma resposta conclusiva sobre esta questão, depende muito dos pais, de factores individuais e sociais, e até do próprio comportamento do bebé!

Maternidade [22]

Pág. 1/3