Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

Seg | 30.03.15

Salva-me de Guillaume Musso

Salva-me.jpg

Mais um livro simplesmente irresistível, "Salva-me", de Guillaume Musso, tem uma escrita fluida, de leitura rápida, com um encadeamento fantástico entre as várias personagens e as suas histórias de vida, e uma grande dose de mistério, suspense, amor e ação! 

Gostei, e o facto de uma das personagens ser um anjo, num mundo dramaticamente real, não torna a história irreal, pelo contrário, dá-lhe sentindo e vida. No livro, o autor aborda questões bem reais como o destino, a morte, Deus, o encontro, o acaso, o amor, o perdão. É um livro bem construído, que nos deixa muito em que pensar e reflectir!

 

A Sinopse:

"O insólito encontro entre Juliette e Sam é explosivo e mágico. Mas o apaixonado fim-de-semana que vivem juntos é maculado pela mentira. Sam, viúvo, diz ser casado; Juliette, empregada num café, diz ser advogada.
Juliette tem de regressar a Paris e Sam acompanha-a ao aeroporto. É o instante decisivo em que o destino de ambos pode mudar, mas nem um nem outro ousa pronunciar as palavras necessárias.
Meia hora mais tarde, chega a notícia: o avião de Juliette explodiu em pleno voo. Sam é agora um homem desesperado. Está longe de imaginar que a história deles não acaba aqui..."

 

4 factos a retirar do Livro

 

O amor acontece quando menos esperamos.

 

Tudo leva a crer que o nosso destino já está traçado, a vida é uma sucessão de acontecimentos já meticulosamente planeados e a morte o seu fim. 

 

De certa forma estamos todos ligados, os nossos actos podem influenciar a vida dos outros mais do que aquilo que pensamos [directa ou indirectamente]. 

 

Este livro é impróprio para quem vai viajar de avião, fica o aviso à tripulação!

[E por falar nisso, toda esta história em volta da queda do avião da Germanwing deixa-me perplexa. O homem sempre a surpreender-me, pela negativa.]

Sex | 27.03.15

o Erro

"Os meus heróis são aqueles que sobreviveram ao fazer algo errado, que cometeram erros, mas que conseguiram ultrapassá-los e corrigi-los."

Bono Vox

Errar é fácil, faz parte da condição do ser humano, não existe ninguém que nunca tenha errado. Difícil é ultrapassar o erro, pois para além das suas consequências, ainda temos que lidar com o facto de termos errado, como se fosse algo do mais infame possível. Falo por mim, que odeio errar, seja a que nível for. Mas, dizem os entendidos que errar faz parte do nosso crescimento, ao errar melhoramos! Ok, até percebo mas, eu também nunca pedi para crescer, muito menos para errar!

Qui | 26.03.15

Dia Mundial do Chocolate

Vai um chocolatinho?

Hoje seria o dia apropriado, até porque tinha desculpa, e evitava os sentimentos de culpa! Mas, estou a zero, vou adiar o pecado da gula para quando for visitar a nova loja da Nutella no Chiado -  Nut'Chiado - parece que tem perdições inimigas de qualquer dieta - queques, croissants, crepes, panquecas, bolas de Berlim e kebabs com Nutella.Quem resiste? Eu não! 

Nutella.jpg

 

Nut’Chiado a visitar
Calçada do Sacramento, 20, Lisboa (Chiado)

 

Imagem by www.wikihow.com

 

Qua | 25.03.15

Soltem as palavras...

Não quero deixar palavras por dizer, quero soltá-las, deixá-las voar com o vento. Não importa se são palavras de dor, revolta, sofrimento ou de amor, alegria, vitória e reconhecimento. O que importa é falar no momento certo e não calar, não deixar as palavras presas aqui dentro.

Podem olhar-me com curiosidade e perguntar o porquê de tanta honestidade? Talvez seja louca, ingénua ou demasiado assertiva, mas o que eu não quero, é viver do arrependimento. Não sei o que me reserva o futuro, portanto, quero viver o hoje, agarrar o momento com ambas as mãos, e falar, dizer tudo o que sinto, posso até magoar quem me escuta, ou fazer feliz quem me ouve, o que importa é falar. Não quero deixar palavras por dizer, quero soltá-las, deixá-las voar com o vento.

"Amo-te."

"Preciso de um abraço!"

"Destesto isto!"

"Vou recomeçar"

"Quero ser feliz!"

"Beija-me, não percas tempo!"

annie-leibovitz03.jpg

 [Ficção - Be HAPPY]

 

Fotografia de Annie Leibovitz

Pág. 1/4