Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

23.10.17

Queres ser feliz?

Maria João Costa
Segundo os entendidos (os psicólogos) existem vários hábitos que nos podem ajudar a ir de encontro à felicidade. E pelo sim, pelo não, nada melhor do que os pôr alguns (ou todos se possível) em prática: Ser paciente, otimista e realista [é tudo o que eu tento ser, mesmo quando não é fácil]Definir objectivos e metas para a vida Sorrir [para mim um sorriso abre portas]Perdoar [nem vale a pena guardar mágoa, só nos faz mal a nós próprios]Beber café [mas sem exagerar, (...)
20.07.17

Não faças questão de ter tudo, mas​ faz por ter aquilo que te faz feliz!

Maria João Costa
Com a azáfama do dia-a-dia quantas vezes nos esquecemos de ser felizes, de dar valor ao que temos hoje, de agradecer pela saúde, pela profissão, pela família e pelos amigos? Estamos tão focados em ter, em querer, em conseguir, e acabamos por nos esquecer do que realmente importa, do essencial.A verdade é que só nos apercebemos da importância destas palavras quando somos confrontados com desafios, seja na vida pessoal ou profissional - uma doença, o desemprego, um conflito (...)
08.03.17

Neste dia da mulher deixo-vos 5 atitudes que fazem toda a diferença para uma vida mais feliz.

Maria João Costa
A felicidade está na forma como encaramos a vida e é um exercício diário. Há quem acredite que é feliz, mas tem momentos infelizes. Há quem acredite que é infeliz, com momentos felizes. A primeira opção é o pensamento correcto para alcançar a felicidade. Até porque muitas vezes estamos tão obcecados a pensar no ter para ser, no que não temos e queremos ter, no futuro, que não damos valor ao que temos no presente. E é no presente que temos que ser felizes [e voltámos (...)
26.05.16

Amo-te...

Maria João Costa
Às vezes pode até não parecer porque a vida põe-nos à prova, dá-nos problemas, alguns meramente insignificantes. Os outros, os mais difíceis, fortalecem o nosso amor e fazem-me ter a certeza de que te quero para sempre ao meu lado. Amo-te... Nem sempre o digo, nem sempre me apetece dizê-lo, mas sinto-o e sei que é contigo que quero estar e que é contigo que quero partilhar o que tenho para viver. ... Amo-te... Anda, vem comigo e esquece os problemas, abraça-me, vamos ser (...)