Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

A Princesa da Casa

Eu sou a mãe, ela é a filha - a princesa. Embora às vezes os papéis se invertam!

10.02.18

The Post - A Guerra Secreta

Maria João Costa
Gostei tanto deste filme que tinha que partilhar convosco! Talvez porque seja a minha área de estudo, comunicação social, talvez porque a questão da liberdade de expressão e a influência dos governos ainda seja hoje um tema muito actual, talvez porque foca o poder da mulher num mundo demasiado masculino, ou talvez porque Meryl Streep e Tom Hanks tiveram mais uma vez interpretações brilhantes!  The Post - A Guerra Secreta, nomeado pela academia para a categoria de Melhor Filme.
15.02.17

Sobre o La La Land e o dia de São Valentim...

Maria João Costa
Só porque ontem foi o dia do amor, e o amor tem as mais diversas formas, tamanhos e formatos. E é uma melodia! Na segunda-feira fui ver o filme La La Land e como a expectativa era enorme, uma vez que está nomeado para vários óscares, e está na boca do mundo, confesso que na primeira meia hora do filme senti uma certa desilusão, mas no fim percebi qual era o objectivo! O filme conseguiu-me surpreender pela positiva e superou as minhas expectativas! Para quem não aprecia musicais, (...)
30.01.17

O herói de Hacksw Ridge

Maria João Costa
O herói de Hacksw Ridge, é um filme de guerra baseado numa história real, com toda a sua crueldade e frieza, mas que consegue mostrar a faceta mais genuína e humilde do ser humano. Desmond T. Doss, foi um herói de guerra, como tantos outros, mas com algo muito peculiar, é que no meio de toda a violência, morte e destruição, Doss nunca usou arma, não matou ninguém, muito pelo contrário, salvou  muitas vidas!   Um exemplo de vida. Uma prova de que o Homem é naturalmente (...)
28.11.16

Um Dia de Mãe

Maria João Costa
Adorei este filme.    Uma comédia ligeira indicada para mães e para filhos. Acontecimentos, dramas, peripécias, um argumento onde facilmente nos podemos identificar numa determinada circunstância da nossa vida.  Neste filme contracenam duas das minhas actrizes preferidas, Jennifer Aniston e Julia Roberts, sempre brilhantes e elegantes.  Desde o riso à emoção, neste filme tudo é possível!      E o final é feliz! [gosto tanto de finais felizes]